' Quando a vida é uma euforia '

A exposição “Quando a vida é uma euforia” apresenta o carnaval do Recife através do universo particular da artista gráfica pernambucana Joana Lira, que ao longo de dez anos criou o projeto de intervenção urbana e identidade visual desta festa. O fio condutor da exposição é o afeto e a territorialidade propostas pela linguagem gráfica da artista, resultado da mistura entre a apropriação contemporânea da espacialidade, do uso da cidade e dos signos folclóricos presentes no imaginário cultural de Pernambuco.

' Minha Sorte é o OlhO que Eu Tenho '

O documentário ' Minha Sorte é o OlhO que Eu Tenho ' apresenta uma das maiores coleção de Arte Popular Brasileira, contextualizando 'a coleção e o colecionador, a arte e o artesão'. Sendo o fio condutor, o objeto como extensão do sujeito.A estrutura do roteiro segue a seguinte coluna:

•Colecionador •Arte Popular •Educação •Coleção •Religiosidade

 

Fontes de pesquisa: Mario de Andrade por Telê Ancona Lopez, Flávia Toni e Marcos Antonio de Moraes. Arte da fuga de Bach por Sidney Molina

 

.

' Trans Forma Ação '

A espinha dorsal deste trabalho é a relação do ser humano com o espaço habitado, seu entorno e as suas manifestações cotidianas.

A delicadeza é a amplitude maior pensada  como uso para o meio da rua, para o meio da cidade, como respiro e contemplação para o  transeunte.

Modificar o comportamento humano sob diferentes oticas. Esse estudo sistemático do comportamento humano em diferentes contextos por meio da observação e alteração das contingências em operação, contribuindo, dessa forma, para um ambiente mais saudável.

Esse projeto tem o intuito de chamar atenção pela delicadeza de poder atuar no meio da cidade de São Paulo, primeiramente no bairro da Vila Madalena, com o intuito da preservação do poder constituinte dada já pelo próprio nome “ Vila”, fazer uso . Essas ações serão em formato de happening, através das junções das artes: dança, artes visuais e música. 

 

Fontes de pesquisa:

 

Cidades para Pessoas, Jan Gehl

Artes Visuais na Cidade: Relações Estéticas e Constituição dos Sujeitos

Walkscapes, Francesco Careri

 

Formato: Happening

 

Artistas participantes:

 

• Ricardo Castro - Artista Visual que atuará com a performance “ Assopra”  (http://www.abravana.com/Assopre)

 

• Heloisa Nilo - Artista plástica, intervenção em cobre e prata, seu trabalho são “esculturas com fios - que não esboroam-se como poderia se esperar, mas se    mantém firmes, como se a delicadeza na verdade pudesse sustentar tudo e fosse a mais imponente das virtudes, forte e sutil ao mesmo tempo.” (http://vimeo.com/70348161)

 

• Daniela  Augusto - artes do corpo

 

• Raphael - musico, abilidoso do instrumento de sopro didjeridoo. O instrumento, segundo alguns historiadores, é o instrumento musical mais antigo do mundo e considerado por alguns povos um intrumento sagrado.

 

• Badé 

 

Local: Praça Rafael Sapienza (Rua Filinto de Almeida – Rua Costa Lobo)

 

Data: 01/ 11 / 2014

 

Horario: 12h00  

 

Tempo de duraçâo: 1h

+

' #140 caracteres '

# 140 CARACTERES foi um trabalho estruturado pelo livro 'Pensamento Selvagem' de Lévis Strauss, no primeiro laboratório de curadoria, de Felipe Chaimovich, com 21 curadores de diversas especializações. O cinquentenário da ditadura mais as manifestações públicas de 2013 que tiveram uma forma de ativação através das redes sociais, tendo o twitter como fio condutor foram o tema desta exposição.

 

.

1